Canicross Equipe Cusco Notícias

Canicross estreia na Maratona do Vinho na serra gaúcha

img_4291com-logomr17amvn8774-f-radical-com-logo

Mais de 1000 corredores, neste domingo, dia 12.02, no Vale dos Vinhedos (Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul) subiram e desceram na Maratona do Vinho. Em meio aos corredores individuais, quartetos e octetos uma dupla chamou a atenção. O conjunto de canicrossers (como se chamam os praticantes do esporte canicross) Letícia Casonatto e a Pipoca – da Cusco Equipe de Canicross, ansioso, se destacava na largada.

A primeira bateria aconteceu às 7h30 com todos os participantes individuais. Às 7:35 aconteceu a largada das equipes de revezamento de duplas, quartetos e octetos. Letícia compôs o primeiro conjunto da #CuscoEquipeDeCanicross (com apoio da Age! Comunicação, Vai Totó e IERGS), que revezou os 44Km com as outras duplas Gregori Zamprogna e Madoff, Maurício Pinzkoski e Olívia e Camila Casarotto e Lek.

O percursoekg17mvn4487-com-logo
Os quase mil metros de subidas não assustaram as duplas de #canicross que treinaram para o grande desafio. “O Lek subiu muito bem surpreendendo no resultado final”, comentou Camila que foi a última a participar e a que mais enfrentou subidas em todo percurso.

Os desafios
mvinho17505681-com-logo
“Nunca é fácil realizar algo que jamais foi feito”, comentou o canicrosser #MaurícioPinzkoski sobre o grande desafio de montar uma equipe, treinar e participar de uma maratona de montanha. “Mas estamos muito satisfeitos em todos os sentidos, tanto que para 2018 o organizador sugeriu uma categoria exclusiva para nós, canicrossers,” finalizou Pinzkoski.

A equipe
Foram quatro apaixonados por cães e loucos por corridas, Letícia, Gregori, Maurício e Camila que, junto com seus cães, formaram a primeira equipe de canicross do sul do Brasil. “Não sabíamos como as coisas aconteceria. Tentamos marcar treinos em conjunto e infelizmente não conseguimos, mas a união de todos permaneceu e concluímos – com sucesso – o grande desafio. A semente está plantada e que surjam novos praticantes”, falou Gregori Zamprogna.

O esporte canicross
msj17mvn5461-com-logo
Existente desde 2000 e de origem europeia, o canicross – no Rio Grande do Sul – começou em 2015 em Passo Fundo. Em 2016 surgiu a Corrida e Caminhada Beneficente Vai Totó (em Porto Alegre) que promove a atividade. No mesmo ano os “treinões”, e a Cusco Equipe de Canicross, surgem  nos parques da capital incentivando e demonstrando o canicross. “Correr é fácil. Correr com um cão também é. E o canicross pode ser com qualquer cachorro de qualquer raça, desde que treinados”,  explicou Camila Casarotto.

mr17amvn4745-f-radical-com-logo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *