Dicas Pet

Como evitar que cães e gatos sejam alvo de pulgas e carrapatos

Parasitas comuns nos bichinhos de estimação, as pulgas e os carrapatos se multiplicam a todo vapor no verão. Isso ocorre porque, quando os termômetros sobem, o ciclo de vida dessas pragas se torna mais curto, fazendo com que elas se proliferem ainda mais rápido, gerando infestações tanto nos peludos quanto no ambiente em que eles vivem.

Fugir do problema passa por medidas preventivas como uso de produtos específicos para evitar os parasitas — tanto em comprimidos quanto em versões líquidas aplicadas na nuca dos animais —, utilização de coleiras repelentes e cuidado redobrado na casa e no pátio.

— Quando falamos de pulgas, devemos pensar que 95% delas ficam no ambiente e 5% no animal — alerta o médico veterinário Carlos Petrucci, presidente da Comissão do Mercado Pet do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul, .

E não adianta apelar para soluções caseiras como vinagre, sal ou querosene. Conforme o especialista, essas ações não eliminam as pulgas e os carrapatos, apenas fazem com que eles migrem de um local para outro. O mais indicado é aplicar produtos desenvolvidos especialmente para esta função.

Tutores também devem ficar atentos aos mosquitos

Pulgas e carrapatos provocam muito mais do que coceira: podem, inclusive, prejudicar a saúde dos animais. No caso das pulgas, o pet pode desencadear uma alergia à picada, problema conhecido como doença alérgica a picada de pulga (DAPP). Já os carrapatos podem deixar uma ferida aberta, o que é o bastante para que moscas depositem ovos e se criem as conhecidas bicheiras.

Como essas pragas são parasitas do sangue do animal, em quadros extremos de infestação, podem provocar fraqueza e anemia.

Petrucci também alerta para o uso de repelentes que afastem mosquitos, especialmente o Lutzomyia longipalpis, conhecido como mosquito-palha, transmissor da leishmaniose.

— Esta é uma zoonose grave que pode ser letal — explica.

O ideal, segundo o médico veterinário, é usar coleiras que contemplem a proteção contra todas essas pragas.

Importante:

— Para combater as pulgas, é preciso eliminar o problema no animal e no ambiente em que ele vive.

— Utilize produtos comprados em lojas especializadas e siga as orientações de uso.

— Limpe bem o ambiente e aplique produtos especiais para matar as pragas e os ovos.

— Nunca aperte um carrapato, pois ele pode disseminar os ovos pelo ambiente.

Fonte: Jornal Zero Hora – 23.01.2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *