Fotos Notícias

Portoalegrenses iniciam a prática de CaniCross no RS

Manhã de sábado (02.07), temperatura agradável e um terreno ideal na Redenção, esses foram os elementos que contribuíram para o início da prática de um esporte nascido na Europa e pouco conhecido por aqui, o CaniCross.

Para Letícia Soares, uma das promotoras da I Corrida e Caminhada Beneficente Vai Totó, a iniciativa incentiva o bem-estar tanto do cão quanto do tutor. “Correr com meu cão em um lindo parque, numa manhã de sábado, – para mim – é o melhor esporte que pode haver”, comenta empolgada.

CaniCross
O esporte nasceu por volta de 1990 na Inglaterra. A prática pode ser executada com o tutor correndo, pedalando ou sendo puxado em um triciclo. Para iniciar o CaniCross o ideal é a realização de exames médicos (para o cão e dono). Não existe raça, mas as pequenas e com fuço reduzido não são as ideias pela exigência física que o animal sofre.

Renata Capaverde, da Capaverde Dog Run, recomenda outros cuidados antes de fazer CaniCross: “O mínimo de adestramento é preciso para que seu cão puxe ou seja conduzido durante uma corrida”, alerta.

Continuidade
Segundo o promotor do CaniCross no Rio Grande do Sul, Maurício Pinzkoski (também organizador da Vai Totó), para começar o grupo se reunirá, no mínimo, uma vez por mês. “Hoje começamos com quatro conjuntos, quem sabe quantos serão nos próximos encontros? Aproveito e agradeço ao apoio da Kailash Sul e da Ak Dog pelos equipamentos cedidos para começarmos”, finalizou Pinzkoski.

O evento que marcou o começo da prática do CaniCross, percorreu 2Km sob os olhares curiosos de quem passeava no parque Farroupilha.
Mais detalhes sobre o CaniCross e futuros treinos, no site http://www.vaitoto.dog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *